11° Mutirão Brasileiro de Comunicação – Muticom
Contato

Praça Dom Eduardo, 56 - Bairro Mercês - Uberaba - MG

(34) 3312-9565

Redes Sociais
Inscreva-se
Identidade visual para fundo escuro.png

INFORMAÇÕES

Praça Dom Eduardo, nº 56 - Mercês
Uberaba-MG - CEP: 38060-280
Tel: (34) 3312-9565

  • Secretaria / Chancelaria Ramal 1

  • Financeiro Ramal 2

  • Patrimônio Ramal 3

  • Tribunal Eclesiástico Ramal 4

  • Secretaria de Pastoral Ramal 5

curia.arquidiocesedeuberaba@gmail.com

ASSESSORIA DE IMPRENSA DA ARQUIDIOCESE DE UBERABA

HORÁRIOS DE ATENDIMENTO

  • Segunda a Sexta: 8h às 12h e 14h às 17h.

TVs Católicas

Rede_Vida_logo.png
cnbb-branca-260x80-2.png
vatican-news-header-white.png

Produzido pela pascom arquidiocesena

© 2019 by Arquidiocese de Uberaba

Pública na Rede

11° Mutirão Brasileiro de Comunicação – Muticom

O 11° Mutirão Brasileiro de Comunicação (Muticom), com o tema Comunicação, Democracia e Responsabilidade Social, aconteceu de 18 a 21 de julho, no Centro Pastoral Dom Fernando, em Goiânia.


Talita Salgado – Arquidiocese de Goiânia

O evento, promovido pela Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB) e realizado na Arquidiocese de Goiânia, acontece a cada dois anos e, nesta edição, reuniu comunicadores de praticamente todo o Brasil, tendo participantes de 23 dos 26 estados brasileiros. Com um novo formato, o Muticom 2019 teve mais de 30 assessores de conteúdo, divididos em grandes conferências, workshops e palestras nas “Trilhas de Conhecimento”, que seguiram os três pilares da temática principal.

Entre os nomes convidados estavam professores e pesquisadores de mais de oito instituições públicas e particulares de ensino superior do país, religiosos, religiosas, autoridades da sociedade civil e militar, profissionais de diversas áreas, principalmente da comunicação, alguns com experiência e formação internacionais.

Diversidade e atualidade

O conteúdo diversificado proporcionou uma experiência rica ao participantes, abordando a questão socioambiental, o comportamento em redes sociais e os crimes cibernéticos, a gestão de crise e comunicação institucional, a inclusão social, o envelhecimento e seus desafios, a mulher na comunicação e na sociedade, a midiatização e responsabilidades na Igreja e no mundo, o futuro da democracia, a comunicação dos papas, além de conteúdos mais práticos como fotografia, drone, vídeos para Instagram, tendências do design, método de implantação da Pastoral da Comunicação, entre outros.

Destacaram-se algumas presenças reconhecidas nacionalmente na grande mídia, como o Tenente Pedro Aihara, responsável pela comunicação do Corpo de Bombeiros Militar de Minas Gerais durante a tragédia de Brumadinho; a delegada Sabrina Leles, Titular da Delegacia de Repressão a Crimes Cibernéticos do Estado de Goiás, que participou de recente documentário sobre o tema no canal Discovery; os jornalistas da GloboNews, Gerson Camarotti, autor dos livros “Segredos do conclave”, que contou os bastidores da eleição do Papa Francisco no Vaticano e, recentemente, o livro “Para onde vai a Igreja?”, e Nilson Klava, que conquistou a plateia ao compartilhar sua experiência na prática do jornalismo político. O professor e mestre Fernando Morgado destacou as crises e oportunidades nas mídias digitais, mostrando as contradições entre senso comum e realidade, de acordo com pesquisas e números.

Durante o evento, foi lançado o livro: “Os Papas da comunicação”, escrito por dois nomes importantes da comunicação da Igreja no Brasil, as irmãs paulinas, professoras e doutoras, Helena Corazza e Joana Puntel.

Novidades

Pela primeira vez, o Muticom trouxe um conteúdo exclusivo para diáconos, padres e bispos, o Media training, com orientação do Prof. Dr Moisés Sbardelotto, que reuniu mais de 90 participantes. O jornalista e professor ressaltou a importância de a Igreja ter um bom relacionamento com a mídia, estar aberta e disponível para estabelecer um diálogo, sobretudo no que diz respeito à própria Igreja. Se a Igreja não se posicionar a respeito de seus assuntos, outros o farão, e pode não ser feito da maneira correta. Ele destacou também a presença nas redes sociais: como homens ordenados, a postura deve encarnar os valores do Evangelho.

Nesta edição do Muticom, aconteceu a entrega dos Prêmios de Comunicação da CNBB, que contemplam trabalhos nos campos do Cinema, Rádio, TV, Imprensa e da Internet. O evento foi concebido dentro do conceito de uma cidade, batizada de Cidade da Comunhão, estruturada com área de convivência, alimentação, intervenções artísticas como a Alameda Umbrella sky e o painel “Asas e Conexões”, do artista Eron Telka, e o palco onde foram realizadas as apresentações culturais da catira, dança típica de Goiás, e o projeto musical Risen.

A comunicação que gera comunhão

O 11º Muticom destacou a espiritualidade como base fundamental para as reflexões em torno da temática e para toda ação do comunicador. No primeiro dia por vídeo-mensagem, o Prefeito do Dicastério para a Comunicação, Paolo Ruffini, saudou os participantes como um gesto de unidade e comunhão entre Roma e o Brasil.

A Cidade da Comunhão foi espaço genuíno de encontro de comunicadores católicos ou não e a presença importante do clero, entre eles 9 bispos; os anfitriões Dom Washington Cruz,arcebispo de Goiânia; Dom Levi Bonatto, bispo auxiliar de Goiânia e referencial para comunicação; e Dom Joaquim Giovanni Mol Guimarães, bispo auxiliar de Belo Horizonte (MG) e presidente da Comissão Episcopal Pastoral para a Comunicação da CNBB, que presidiram as Santas Missas no decorrer do mutirão.

Na celebração de encerramento no Santuário-Basílica do Divino Pai Eterno, em Trindade, Dom Washington Cruz presidiu Missa Solene, exaltando a experiência vivida durante os quatro dias de evento, agradeceu a participação e ressaltou:



“ Também, como comunicadores cristãos, desejamos que toda a comunicação social esteja a serviço da paz, da cidadania, da justiça, da democracia e da solidariedade. Que cada um de nós, querido irmão e irmã, assuma o seu lugar, o seu trabalho, a sua missão, como resultado de um encontro, como o eco de uma escuta, como fruto de um grande amizade, de um profundo amor, que nos une a Jesus para sempre. ”

Dom Mol agradeceu à Arquidiocese de Goiânia e a todos os evolvidos no serviço e ressaltou que “os comunicadores são servidores e anunciadores do Evangelho, não só pelos equipamentos importantes, sofisticados, com tanta tecnologia, mas de uma maneira muito particular e sem a qual não é possível evangelizar: a própria fé. A sua fé cristã, o seu amor às pessoas, às comunidades, aos pobres, a todo povo de Deus”. E por fim, Dom Mol afirmou que em breve todos saberão, pelos meios de comunicação, onde será o 12º Mutirão Brasileiro de Comunicação.

Fonte: Vatican News