Abadia e Beatificação


Estamos no ano de 2021. Tempo marcado pela pandemia do coronavírus e de desestruturação de nossas atividades pastorais. Os principais eventos celebrativos ficaram totalmente prejudicados em razão do distanciamento social. Entre eles está a Festa dedicada a Nossa Senhora da Abadia, no mês de agosto. O caminho é reinventar para que a data não passe despercebida em seu significado de fé.

Já é o segundo ano com práticas fora da normalidade. Desta vez, as celebrações estão para acontecer com reduzido número de participantes. A chegada das vacinas ainda não foi suficiente para dar segurança às pessoas e continuamos sujeitos às normas emanadas da Secretaria de Saúde do Município. As celebrações podem ser acompanhadas de casa através do sistema virtual.


Celebrar a Festa de Nossa Senhora da Abadia sugere uma via de santidade, tendo a Mãe de Jesus como modelo para todos os cristãos. Muitas pessoas são santas por causa de sua conduta de vida. Foi o que aconteceu na vida do Frei Gabriel de Frazzanò, da ordem dos Frades Capuchinhos, um italiano da cidade de Frazzanò, na Sicília, Itália. O fim de sua vida aconteceu em terras brasileiras.

Frei Gabriel veio para o Brasil no ano de 1936 e deixou marca e fama de santidade profunda por todos os lugares onde pôde prestar um significativo serviço ao povo de Deus. Trabalhou em Belo Horizonte, em Carmo do Paranaíba, em Uberaba e em Frutal. Esteve em Uberaba na década de 1950 e ajudou a construir a igreja, hoje matriz, de São Judas Tadeu.

Em 1957 chegou a Frutal e exerceu um grande e bonito trabalho missionário: construiu a igreja matriz de Nossa Senhora do Carmo, a Casa Paroquial, a Igreja Nossa Senhora Aparecida, o Asilo Pio XII e a capela, a Casa da Criança e a Santa Casa de Misericórdia com a capela e a casa das Irmãs. Terminou sua missão, vindo a falecer no dia 17 de abril de 1973, na cidade de Frutal, onde está sepultado.


Estamos começando um Processo para sua beatificação. Em Frutal, frei Gabriel é visto como santo, mas tem que ser proclamado pala Igreja. A partir deste ano, os Capuchinhos e a Arquidiocese de Uberaba estão empenhados nesta tarefa. É um caminho exaustivo, mas confiante na comprovação de sua santidade. Quem tiver notícia de algum milagre de Frei Gabriel, deve entrar em contato conosco.


Dom Paulo Mendes Peixoto

Arcebispo de Uberaba

66 visualizações

Posts recentes

Ver tudo