Comissão para a Ação Social Transformadora do Leste 2 se reúne em Belo Horizonte

Comissão para a Ação Social Transformadora do Leste 2 se reúne em Belo Horizonte

A primeira reunião de 2018 da Comissão para Ação Social Transformadora do Regional Leste 2 (Minas Gerais e Espírito Santo) da CNBB foi realizada no dia 19 de maio em Belo Horizonte. A Arquidiocese de Uberaba esteve presente e foi representada pelo assessor espiritual da Pastoral da Criança do Regional, padre José  Edilson da Silva, e pelo coordenador da Pastoral da Saúde do Regional Leste 2, Jurandir Ferreira.

Para Jurandir, a reunião foi um sucesso de público e conteúdo. “Todas as doze Pastorais que compõem a Comissão se fizeram representar e fomos muito bem assessorados pelo padre Nelito Dornelas”. Segundo o coordenador, padre Nelito explicou aos presentes que os trabalhos seriam desenvolvidos segundo a metodologia: Forças e Oportunidades, e Ameaças Sociais – FOFAS. “Na sequência, padre Nelito narrou que as Pastorais Sociais começaram nos anos de 1960, em pleno vigor da Ditadura Militar e do ‘AI-5’, após uma ‘carta pastoral’ de Dom Pedro Casaldáliga denominada ‘Uma Igreja no coração da Amazônia contra o Latifúndio’, mas teve que ser publicada em francês por ‘tática’ para atingir os objetivos devido às condições políticas da época”, relata Jurandir. De acordo com o coordenador, o padre assegurou que as Campanhas da Fraternidade, com suas temáticas, ajudaram muito na criação das Pastorais Sociais, e o fortalecimento das Pastorais Sociais reforçaram as Campanhas da Fraternidade.

Durante a reunião foi exposto os motivos que levaram à realização da 5ª Conferência Geral do Episcopado Latino-Americana e do Caribe de 2007 em Aparecida. “O Santo Papa João Paulo II havia substituído a 5ª Conferência por Conferência Pan-Americana. Sabidamente, Dom Luciano de Almeida e Dom Raimundo Damasceno foram ao Papa Bento XVI e o alertou para o planejamento da realização da 5ª Conferência. Naquele momento, o Papa designou sua realização no Brasil, afirmando sua vontade de estar no país, e que fosse realizada em Aparecida. Assim, a 5ª Conferência de Aparecida deu Cidadania às Pastorais Sociais. No Documento de Aparecida, no 8º Capítulo: “REINO DE DEUS E PROMOÇÃO DA DIGNIDADE HUMANA” (Ap.380 a 430), está muito bem descrito os compromissos da Igreja com os pobres e não somente com a Doutrina Eucarística, mas também com a Doutrina Social”, relata Jurandir.

“Temos que resgatar o Documento de Aparecida para que junto à Doutrina Social da Igreja e o Documento 102: ‘Diretrizes Gerais da Ação Evangelizadora da Igreja no Brasil’, possamos avançar em nossas Ações Sociais. No dia 15 de maio de 2017, a Encíclica Rerum Novarum completou 127 anos. A Encíclica trata da condição dos operários e muitos consideram ter iniciado aí a sistematização do pensamento Social Católico, conhecido hoje como a Doutrina Social da Igreja”, afirma o coordenador.

Na reunião ficou definido que as propostas apresentadas serão estudadas e avaliadas para que sejam executadas da melhor forma pela Comissão Permanente e todos serão comunicados dos encaminhamentos. Segundo informações do coordenador, Jurandir Ferreira, no encerramento da reunião, o bispo referencial da comissão e bispo diocesano de Itabira/Cel. Fabriciano (MG), dom Marco Aurélio Gubiotti, afirmou que a Comissão para Ação Social Transformadora do Regional Leste 2, por meio do Fórum das Pastorais Sociais, deve ser uma Igreja Sinodal. “Não vamos atuar com demandas específicas de nossas Pastorais, mas sim naquilo que aflige as nossas Urgências Pastorais com foco Social aos necessitados”, afirmou dom Marco Aurélio.

De acordo com Jurandir, a fidelidade ao Evangelho exige que o cristão católico proclame a verdade sobre o ser humano e sobre a dignidade de toda pessoa humana, em todos os espaços públicos e privados do mundo de hoje e a partir de todas as instâncias da vida e da missão da Igreja. Para o coordenador, a participação nesta reunião fortaleceu a proposta de realizar, em âmbito arquidiocesano, o Fórum das Pastorais Sociais. “Serão realizadas as articulações necessárias para que façamos acontecer com êxito este fórum, que terá como finalidade trazer à discussão as situações de nossa sociedade, buscando refletir, à luz da Palavra de Deus, e propondo ações sociais de transformação, visando a dignidade da pessoa humana”, finaliza.

*Com informações de Pe. José Edilson da Silva – assessor espiritual da Comissão para Ação Social Transformadora da Arquidiocese de Uberaba, e Jurandir Ferreira – coordenador da Pastoral da Saúde do Regional Leste 2 CNBB.

Jordana Moreira Assessoria de Imprensa

0 visualização
Contato

Praça Dom Eduardo, 56 - Bairro Mercês - Uberaba - MG

(34) 3312-9565

Redes Sociais

Facebook

Instagram

Twitter​

Youtube

Inscreva-se

INFORMAÇÕES

Praça Dom Eduardo, nº 56 - Mercês
Uberaba-MG - CEP: 38060-280
Tel: (34) 3312-9565

  • Secretaria / Chancelaria Ramal 1

  • Financeiro Ramal 2

  • Patrimônio Ramal 3

  • Tribunal Eclesiástico Ramal 4

  • Secretaria de Pastoral Ramal 5

curia.arquidiocesedeuberaba@gmail.com

ASSESSORIA DE IMPRENSA DA ARQUIDIOCESE DE UBERABA

HORÁRIOS DE ATENDIMENTO

  • Segunda a Sexta: 8h às 12h e 14h às 17h.

TVs Católicas

Rede_Vida_logo.png
cnbb-branca-260x80-2.png
vatican-news-header-white.png

Produzido pela pascom arquidiocesana

© 2019 by Arquidiocese de Uberaba

Pública na Rede

  • YouTube ícone social