Cristãos acompanham celebrações pela internet e pela TV

Cristãos acompanham celebrações pela internet e pela TV

Atualizado: Jun 8

A pandemia do coronavírus fez com que uma mudança de hábitos fosse imposta ao povo brasileiro e, em nome da preservação da saúde, do cuidado com o dom da vida, a orientação das autoridades de Saúde acolhidas pela Igreja é que sejam evitadas aglomerações e mantido o isolamento social. Resultado: estamos celebrando nossas missas em casa, construindo nossas Igrejas Domésticas.

Impossibilitados de ir até as igrejas para celebrar o sacrifício de Jesus, a Igreja nos tem proposto uma vivência totalmente diferente, que são as celebrações televisionadas ou transmitidas on-line, pela internet. E para nós, que gostamos tanto de estar perto uns dos outros, do cuidado e carinho com o próximo, estranhamos essa nova realidade, porém abraçamos a causa por um bem maior: a saúde e a vida de todo mundo.


E como está sendo essa experiência? Do mesmo jeito que sentimos falta do lado de cá, de quarentena em nossas casas, nossos sacerdotes também não processam a dimensão desse momento de nossas vidas. Eles continuam assiduamente a celebrar e rezar por nosso povo, também sentindo falta da comunidade preenchendo os bancos das igrejas, que agora permanecem vazias.

Confira os relatos de alguns padres de nossa Arquidiocese que estão transmitindo suas celebrações, terços e Adorações ao Santíssimo pela internet, para que o povo se sinta acolhido por eles e por Jesus.


Missa da Arquidiocese

“A Rádio Metropolitana vinha se preparando para ter o terceiro estúdio, e nele sermos capazes de fazer transmissões audiovisual. Não é um estúdio de televisão, é um estúdio de rádio, mas que é capaz de fazer transmissões de vídeo também. A ideia inicial era que fosse usado para videoconferências, gravações de vídeo aula, além da transmissão das missas em ação de graças pelos aniversariantes do Clube dos Amigos da Evangelização. Com o advento dessa situação de exceção, dessa situação tão diferente que estamos vivendo, de repente nós nos vimos, enquanto Rádio Metropolitana e enquanto PASCOM, na necessidade de criarmos uma possibilidade de que a Santa Missa pudesse ser celebrada e transmitida todos os dias, e que essa celebração alcançasse o maior número possível de fieis católicos na nossa cidade de Uberaba.


E aí surgiu então a ideia da Missa da Arquidiocese, que teria como celebrante o nosso Arcebispo e outros sacerdotes que pudessem comparecer. Iniciamos as transmissões no terceiro estúdio, depois fizemos a experiência de transmitir diretamente da Catedral Metropolitana, e depois retornamos para o terceiro estúdio, e em breve transmitiremos da capela do Centro Pastoral. A Missa da Arquidiocese ela foi pensada e transmitida em um primeiro momento, em nosso Sistema Arquidiocesano de Rádio, que é como estamos chamando este “embrião” de sistema, porque juntamos a Rádio Metropolitana, a Rádio Roma e a Rádio Sacramento, para que ela pudesse abranger muitas pessoas dentro de nossa Arquidiocese. Então isso trouxe uma grande alegria para o nosso coração, nós tínhamos essa resposta ao levar as celebrações para tantas famílias, através das rádios e das redes sociais. A Missa da Arquidiocese, nesse momento de exceção e isolamento, trouxe um consolo e uma alegria muito grande. E assim, neste tempo todo, nós temos nos mantido fieis, todos os dias, às 9h da manhã, temos a nossa Missa.


Este é o universo com o qual nós aprendemos a lidar, de um modo mais específico neste tempo, e nós agradecemos à Deus por termos equipamentos de qualidade, que nos dão condições de oferecer àqueles que celebram conosco uma oportunidade melhor de participação. A Rádio Metropolitana se alegra por poder oferecer a Missa da Arquidiocese todos os dias. Para nós que estamos ali todos os dias, e aqui me recordo do Luís Fernando e do Fábio na parte técnica, da Renata no cuidado com a liturgia e com a preparação do ambiente, da Terezinha de Oliveira, esposa do Luís Fernando, que mesmo distante nos auxilia na preparação dos comentários e preces, da Ana Luísa que nos auxilia na divulgação das missas, o Carlos na parte dos cantos, eu, Monsenhor Valmir, também nos cantos ou celebrando, o Arcebispo Dom Paulo e os sacerdotes que se revezam, a Missa da Arquidiocese nos dá a possibilidade de oferecer às famílias que estão em casa, de participarem conosco da Eucaristia todos os dias, de um modo mais próximo. Temos as missas pela televisão, celebradas em Aparecida, Canção Nova, Pai Eterno, e outros lugares, mas a Missa da Arquidiocese é a NOSSA missa! Como dizem muitos que celebram conosco, “sentem-se em casa”, porque eles veem o rosto do seu Arcebispo, veem o rosto dos nossos sacerdotes, e viram o interior da nossa Catedral, portanto eles se identificam com estes ambientes e com aqueles que presidem.




Têm sido de grande consolo, de grande conforto, e nós estamos fazendo esta experiência de irmos ao encontro das pessoas onde elas estão, de irmos ao encontro das famílias em suas casas. É uma experiência nova para nós como igreja, vivida nessa intensidade. Sempre fomos, enquanto igreja, ao encontro dos outros, mas deste modo, nesta intensidade, para nós é algo novo. Muitos olham para o aspecto da igreja vazia, e eu tenho dito que as nossas igrejas podem estar vazias da presença das nossas comunidades celebrando nelas, mas nunca estivemos com tanta gente celebrando, participando e vivendo estes momentos fortes de espiritualidade. A Igreja enquanto templo pode estar vazio, mas a igreja enquanto comunidade está unida, celebrando e fazendo com que esta participação na celebração se torne gestos concretos de solidariedade, de fraternidade, de carinho e de cuidado.


Têm sido uma experiência muito rica para nós enquanto igreja, e está ajudando a nos preparar para o futuro: como será depois desse tempo todo de exceção? Eu penso que um pouco da reposta nós já estamos vivenciando ao longo destes dias. E nós vamos continuar com esta experiência de irmos ao encontro das pessoas e das famílias, levando a elas a possibilidade de participarem da Eucaristia através das transmissões online das nossas celebrações. Que Deus nos ajude para que possamos continuar oferecendo no tempo que for preciso esta possibilidade. Não é o ideal, não é o nosso jeito e nem o melhor modo, mas é o que podemos oferecer de melhor agora, e estamos fazendo com muito carinho. Em breve, se Deus quiser, voltaremos a celebrar juntos em nossas igrejas, capelas, em nossa Catedral. Enquanto isso, aprendemos um jeito novo de chegar ao coração das pessoas, pensando naqueles que não podem ir ao nosso encontro.

Tempos novos, perguntas novas, respostas novas. Estamos aprendendo com a graça de Deus!”


Monsenhor Valmir Ribeiro

Diretor Espiritual da PASCOM Arquidiocesana

Pároco da Catedral Metropolitana de Uberaba

Bênção com o Santíssimo Sacramento

“Diante do agravamento da pandemia do COVID-19 em nossa cidade de Uberaba, fomos surpreendidos pela comunicação do Arcebispo de que as missas, frente à necessidade do isolamento social, necessitariam ser canceladas para celebrá-las comunitariamente, e que poderiam ser transmitidas pelas redes sociais, sem a participação dos fiéis.

Refletindo a importância de utilizar as redes sociais para permanecermos próximos aos fiéis, inicialmente transmitimos as celebrações diárias do Carmelo do Coração Eucarístico de Jesus, motivando também os paroquianos a acompanharem pelo Facebook pessoal do padre e, depois pelo do Carmelo, a transmissão das Missas e também a Bênção com o Santíssimo Sacramento. Realizamos esta experiência no Carmelo todos os dias, de 20/03 a 13/04, transmitindo a missa às 7h e às 17h45, a bênção.



Muitas pessoas ficaram felizes, pois acompanhar a transmissão diante do isolamento social, mesmo não tendo a presença física, já seria uma oportunidade de estar unido espiritualmente. E ainda mais, pessoas conhecidas do Carmelo, com residência em outros estados e cidades e até mesmo de outros países, acompanhavam as transmissões de forma assídua, como também familiares de nossas monjas carmelitas. Tendo passado a Quaresma, a Semana Santa e até a Oitava da Páscoa, decidimos encerrar a transmissão pelo Carmelo, fazendo-a apenas aos domingos direto da comunidade paroquial do Bom Jesus, pelo Facebook da própria paróquia.

Na Comunidade Paroquial do Bom Jesus, iniciamos a transmissão a partir do Domingo de Páscoa. Foi um momento muito oportuno e, assim, damos a oportunidade de, dominicalmente, um pequeno grupo participar fisicamente das celebrações, assessorando nas necessidades para transmissão, e os demais acompanham pela rede social. Mesmo sabendo que as celebrações transmitidas atingem muitas pessoas, o vazio do espaço litúrgico é muito grande e nada mais forte do que celebrar com as pessoas compartilhando fisicamente do mistério celebrado. Acreditamos que dias melhores virão e que poderemos novamente contar com a presença dos fiéis.”

Padre José Edilson da Silva

Administrador Paroquial da Quase Paróquia Bom Jesus

Capelão do Carmelo do Coração Eucarístico – Carmelitas Descalças

Evangelização pelas mídias

“Nesses dias de distanciamento social, onde não é permitida nossa participação na grande assembleia, em nossas Igrejas, experimentamos o que viveram os primeiros cristãos, a liturgia realizada nas casas. Nossa Comunidade Paroquial de São Mateus vive essa fase através da evangelização pelas mídias sociais, motivando a comunidade para estar unida, apesar da distância, promovendo momentos de oração nas famílias, através da oração do terço, e também da Leitura Orante da Palavra de Deus, através de nosso subsídio "De esperança em esperança" Liturgia nas Casas. É um tempo difícil, cheio de incertezas, de medos, desesperanças, porém estamos no Tempo Pascal, quando Jesus abre uma nova realidade com sua vitória sobre a morte e nos convida a sermos testemunhas de sua ressurreição, pois a vida é mais forte que a morte. É tempo de reflexão, de resgate de valores que estavam um pouco esquecidos, como conviver com a família, partilhar a refeição juntos, fazer orações durante o dia, juntos. Enfim, tempo de redescobrir a beleza de se viver na família a realidade da pequena comunidade e a certeza do Crucificado-Ressuscitado em nosso meio, indicando-nos um caminho novo de esperança e vida.”

Padre Saulo Moraes

Vigário Geral da Cúria Metropolitana

Pároco da Paróquia São Mateus

“Transmitimos, inclusive, o terço para crianças”

“Assim que terminei de celebrar a missa de Páscoa, fiz um propósito pessoal de celebrar a missa todos os dias. Já era o normal, como Capelão Marista: celebro para os irmãos Maristas todos os dias às 7h. Então, eu não fico sem a missa pela manhã. Entretanto, fiz o propósito de celebrar todos os dias na Igreja de São Geraldo, uma vez que os irmãos Maristas não podem receber nenhuma visita, além de enfermeiros e médicos. E eu percebi que no início da Oitava da Páscoa, aquelas atividades que estavam extensas e intensas no final da Quaresma e da Semana Santa foram diminuindo, com lives e transmissões, e muitas pessoas começaram a procurar todo dia e toda hora. Por quê? Você tem intenções para falecidos, aniversariantes e as pessoas, querendo ou não, vão procurando um lugar que naquele dia tenha a Eucaristia para que possam ser celebradas em suas intenções.


Então, começamos a transmitir as missas todos os dias. No início, foi pelo Facebook, em seguida pelo Instagram. Começamos no Facebook com uma média de 40, 50 pessoas por dia, e no Instagram alcançamos mais de 300 pessoas. E de repente, começamos a ouvir os apelos das crianças, porque tinham um espaço todo domingo às 10h. E aí sugeriram criar um canal no Youtube, porque facilita a transmissão, visto que grande parte de nosso povo tem uma Smart TV e pode jogar a imagem direto na televisão da sala, para facilitar. Inclusive os idosos, para nossa surpresa, estão recorrendo aos parentes próximos (com todos os cuidados, claro) para que deixem toda essa tecnologia à disposição deles para um preenchimento do tempo. Conversei com uma idosa e achei tão bonito que a missa todo dia pra ela foi um alívio da ansiedade, das dores, da saudade, porque naquele momento ela sabe que é como se ela estivesse indo para a igreja. E tendo a missa todo dia, o buraco fica menor.

Temos agora programação todos os dias, às19h30 a transmissão da missa pelo Youtube, deixamos o link disponível no Facebook e no Instagram, e assim alcançamos mais pessoas. Principalmente uberabenses que estão ilhados e não podem vir pra cidade e que se sentem mais próximos através das transmissões. Com isso, temos em média a participação de 330 pessoas por dia, fora as visualizações depois. Para as crianças, domingo às 10h, a transmissão de um momento celebrativo e, na terça-feira às 20h30, o terço para as crianças.

Toda essa experiência nos faz repensar a arte de se reinventar, a criatividade que exige esforço, compromisso, porque comigo tem uma equipe técnica que precisa de uma escala para manter tudo isso. Então, essa experiência fez a gente se desinstalar de métodos mais corriqueiros para métodos a que não estamos acostumados. Estavam a nossa disposição, mas não estávamos acostumados, e percebi que não dá pra fazer de qualquer jeito! Não é simplesmente ligar uma câmera e ficar rezando. Tem que se preocupar com o ambiente, com o som, com um novo tipo de relacionamento, que é o relacionamento virtual. Então, de casa, temos uma equipe que fica atenta à fanpage, ao Instagram, coletando as intenções de missa, de falecimentos, aniversariantes... E o que estou achando mais interessante, as pessoas têm marcado missa de sétimo dia de falecimento, solicitado o link, divulgado entre os familiares e eles assistem. E assim são confortados com essa metodologia. Fazemos questão de destacar na hora as intenções e têm chegado vários relatos de como isso tem confortado o coração daqueles que estão vivendo esse isolamento social.”

Padre Fabiano Roberto

Pároco da Paróquia São Geraldo Magela

Contato

Praça Dom Eduardo, 56 - Bairro Mercês - Uberaba - MG

(34) 3312-9565

Redes Sociais

Facebook

Instagram

Twitter​

Youtube

Inscreva-se

INFORMAÇÕES

Praça Dom Eduardo, nº 56 - Mercês
Uberaba-MG - CEP: 38060-280
Tel: (34) 3312-9565

  • Secretaria / Chancelaria Ramal 1

  • Financeiro Ramal 2

  • Patrimônio Ramal 3

  • Tribunal Eclesiástico Ramal 4

  • Secretaria de Pastoral Ramal 5

curia.arquidiocesedeuberaba@gmail.com

ASSESSORIA DE IMPRENSA DA ARQUIDIOCESE DE UBERABA

HORÁRIOS DE ATENDIMENTO

  • Segunda a Sexta: 8h às 12h e 14h às 17h.

TVs Católicas

Rede_Vida_logo.png
cnbb-branca-260x80-2.png
vatican-news-header-white.png

Produzido pela pascom arquidiocesana

© 2019 by Arquidiocese de Uberaba

Pública na Rede

  • YouTube ícone social