Demos graças à Deus pelos novos diáconos permanentes da Arquidiocese!


Diácono Vebrison


A Arquidiocese de Uberaba acolheu entre junho e julho, sete diáconos permanentes para o serviço da Igreja. No mês passado foram três, e em julho tivemos a graça de acolher mais quatro diáconos! Pela imposição das mãos de Dom Paulo Mendes Peixoto, Arcebispo de Uberaba, agora temos Francisco, Vebrison, Bento e Manoel para nos ajudar na evangelização e serviços pastorais!


No dia 10 de julho, foi a vez de Francisco José Brigagão Caldeira, ordenado na Basílica do Santíssimo Sacramento, em Sacramento/MG.

- "Não fostes vós que me escolhestes, mas fui Eu que vos escolhi". Exatamente às 11:02 do dia 10/07/2021, sob as mãos de Dom Paulo Mendes Peixoto, meu estimado pai espiritual, fui ordenado ao ministério de diaconato permanente; deixei ao chão de minha paróquia, Basílica do Santíssimo Sacramento Apresentado pelo Patrocínio de Maria o homem velho, pretendo com as bênçãos de Maria Santíssima e Santo Estevão patrono dos diáconos, dar a minha comunidade e arquidiocese a alegria do filho que acolhe o chamado. Um servente de Deus!!”


Já no dia 24 de julho, Vebrison Oliveira foi ordenado diácono permanente em Uberaba/MG, na Paróquia de Santa Bárbara.

“A alegria da ordenação é tão grande que comparo com a alegria de ser pai, e de certa forma é igual, pois as pessoas passam a nos olhar de forma diferente. Querem de nós atitudes como um filho espera de um pai, e devemos levá-los a agir como Cristo nos pede. AMANDO UNS AOS OUTROS.”


E por fim, no dia 31 de julho, tivemos a graça de acolher Bento Mota e Manoel Netto como diáconos permanentes, na Paróquia de Nossa Senhora Aparecida, em Frutal/MG.

“Com muita alegria dizer sim ao chamado de Deus fortalecido com a oração de todos, tenho o coração cheio de gratidão. Quero com a graça de Deus obedecer: Fazei tudo que Ele vos disser!” afirma Bento, que servirá a Quase Paróquia Menino Jesus de Praga, em Frutal.



Diácono Manoel Netto



Diácono Francisco



Diácono Bento


“O lema foi 'fazei tudo que ele vos disser' (Jo 2,5), uma vez que tanto eu como o Diácono Bento (que ordenou junto) temos um carinho e devoção por Nossa Senhora. Sabemos que ela não salva, mas trouxe o Salvador; não é o caminho, mas é a seta que mostra o caminho que é Jesus; e em toda imagem ela está com Jesus nos braços entregando-o para todos, que o queiram pegar no colo e acolher a mensagem do Senhor. Ela soube ser discipula e Mãe, e mesmo sendo a Mãe do Salvador sempre se pôs a serviço dos outros. Na cena das Bodas de Caná da Galileia, sua fala para os servos mostra que devemos seguir a voz de Jesus em nossas vidas. Na anunciação, confia na vontade de Deus e diz: 'Eis aqui a serva do Senhor, faça-se em mim segundo a tua palavra!' (Lc 1,38). É assim que queremos, nesta nova caminhada de ministros ordenados, caminhar pedindo a intercessão da Mãe. Isso mesmo, Mãe, pois Jesus a entregou como nossa Mãe também aos pés da Cruz. Como uma nova Eva, trouxe a Salvação para todos os que aceitarem e aderirem à mensagem e abrirem o coração. A ordenação é um momento ímpar, ou posso dizer, um daqueles momentos raros na vida de alguém, um momento quando podemos sentir o Amor de Deus pela humanidade, onde Ele escolhe e consagra pelos seus sucessores aqui pessoas que devem ser sinal deste Amor e misericórdia pela humanidade, manter Cristo vivo e atuante no mundo através dos sacramentos, anúncio da Palavra, mas muito mais com o testemunho de vida. Deixar-se conduzir pelo Espirito Santo, sempre mostrando o Rosto amoroso de Cristo, principalmente ao irmão que mais precisa e é marginalizado frente aos moldes da sociedade, sem distinção, tratando todos da mesma forma como filhos de um Deus que nos ama e cuida. Pois quem ama cuida, como cuida quem foi capaz de enviar seu filho que aceitou morrer por toda a humanidade e religar a ponte que foi quebrada pelos nossos pais no passado. Um momento de muita felicidade e de se sentir amado, mas também de muita responsabilidade pois a quem muito é dado muito será cobrado. Mas sempre se firmando na Palavra do Mestre, que disse que ‘tudo o que pedirem ao Pai em meu nome ele vos concederá’. Momento de agradecer a Deus por nos chamar e a todos que nos ajudaram a viver este momento.” Isso nos conta o Diácono Manoel Netto, que permanecerá em Frutal, mas ainda não foi designado para uma paróquia especificamente.


Ana Luísa Andrade

Assessora de Imprensa da Arquidiocese de Uberaba

66 visualizações

Posts recentes

Ver tudo