Espiritualidade na quarentena

O importante é que os nossos atos nessa reclusão possam ser conduzidos pelo amor de Jesus e pela ação do Espírito Santo. Nesse período de reclusão, estou realizando várias tarefas, entre elas, os estudos e a espiritualidade que são tarefas primordiais para manter o cotidiano do seminário em domicílio. Em confinamento, é essencial estipular horários e sequência das atividades que estão sendo desenvolvidas em casa: regulação do sono, uso razoável dos eletrônicos, prática de atividade física diariamente e busca por momentos de espiritualidade e lazer. Tenho mantido uma rotina, mesmo dentro de casa, para me sentir ativo durante este período. Costumo seguir um horário para acordar, ler, estudar e rezar.


Acredito que Deus não deseja que ninguém se contente apenas com o que já vive ou já sabe, mas espera que cada um de nós possa dar mais um passo adiante para fortalecer a fé e se tornar um filho ainda mais semelhante a Ele. Entretanto, essa rotina é o que mais contribui para eu saber lidar com o isolamento, porque simplesmente se eu me achasse inativo dentro de casa poderia me dar brechas para aumentar a ansiedade por estar isolado. Para enfrentar esse desafio, é necessário colocar Cristo em primeiro lugar.

Seminarista Renan das Chagas

9 visualizações