Evidências em outubro


Para ajudar a reflexão das pessoas na comunidade, a Igreja dá destaque a alguns temas para os diversos meses do ano. Neste mês de outubro, entre outros, faz menção ao importante trabalho das Missões e à Festa de Nossa Senhora do Rosário. Para os católicos, outubro é chamado de mês missionário, com destaque para a padroeira das missões, Santa Terezinha do Menino Jesus.

A identidade missionária tem como significado a atitude de anúncio da Boa Nova do Senhor. É o papel evangelizador que está nas origens da Igreja com fundamento bíblico quando Jesus, após organizar e motivar os apóstolos, os envia pelo mundo para construir o Reino de Deus. No Evangelho de São Mateus, encontramos um dos textos do envio, com dimensão de universalidade (Mt 28,19-20).

A Igreja perdeu muito esse tino missionário no caminhar da história. Mas tem feito esforço de recuperação de seu trabalho de ida, que o Papa Francisco tem insistido com a expressão “Igreja em saída” missionária. O problema é como assumir essa realidade nos tempos modernos, no meio de tantos desacertos e do desconhecimento da missão evangelizadora, como identidade essencial da Igreja.


Em tempo de pandemia e de isolamento social e individual, a ação missionária deve percorrer uma trajetória também virtual, mesmo sabendo que o “corpo a corpo” cria mais comprometimento com a causa de Jesus Cristo, que é inclusive a causa da Igreja. A missão conscientiza as pessoas para viverem em comunidade e assumirem os compromissos próprios com a justiça e o bem comum.

As atuais reflexões da CNBB e os documentos daí emanados, seguindo as orientações do Papa Francisco, têm convocado todos os católicos para o empenho missionário em suas comunidades. Outubro é tempo de reavivamento dos compromissos vindos do batismo, pois ele é a fonte da missão. Devemos lembrar sempre que toda a Igreja é missionária e recai sobre cada um de seus membros essa tarefa.

Na tradição católica, neste mês de outubro é celebrado também o dia de Nossa Senhora do Rosário. Historicamente, em 1214 a Mãe de Deus foi ao encontro de um dos frades dominicanos, São Domingos de Gusmão, e lhe entregou o Santo Rosário. O Rosário tornou-se uma expressão concreta de espiritualidade mariana. Quando bem orientado, torna-se expressão de missionariedade.


Dom Paulo Mendes Peixoto

Arcebispo de Uberaba

28 visualizações

Posts recentes

Ver tudo