Família e Dia do Padre

Quatro de agosto é memória de São João Maria Vianney, patrono dos Párocos. Em tempo de pandemia do coronavírus, temos fatos diferentes e agendas desmontadas. Parece que tudo precisa ser recriado com cuidado e muito critério, porque a contaminação do vírus invisível pode chegar de improviso. Por isso, não celebramos a Festa da Unidade Arquidiocesana, rezando por nossos sacerdotes.

Este mês tem uma abrangência de cunho vocacional. A base de tudo está na família de vida cristã, como celeiro de vocações. As famílias enfrentam todo tipo de avalanche da cultura moderna, e agora o transtorno provocado pela pandemia. É principalmente delas, quando marcadas por intensa espiritualidade e vivência de Igreja, que surgem as vocações para o ministério sacerdotal.


O ano de 2020 está sendo diferente no cenário mundial. Não há quem não esteja se sentindo afetado pela situação da COVID-19. Parece até uma mudança de rumo na história hodierna, jogando por terra critérios petrificados pela limitação contida nos avanços tecnológicos dos últimos tempos. Proclamamos mudanças rápidas, mas fechadas para uma cultura que valoriza a vida humana.

Dentro desse contexto, encontramos envolvidos a família e o sacerdote, ambos instrumentos destinados à construção do bem, mas que sofrem as influências negativas de uma secularização sem limites e sem ética, na construção de valores. Lutam para conseguir sobreviver em meio a turbulências vindas de todos os lados. Contudo, não é fácil ter postura coerente no meio de tanta vulnerabilidade.


A família precisa ter uma identidade, formada por um grupo de pessoas que convivem harmonicamente e conseguem superar os conflitos consequentes do estar juntos. Significa mais “espírito” do que propriamente igualdade de sangue, com marcas de fraternidade e enfrentamento solidário dos problemas. Numa pandemia como está acontecendo, cada membro se defende e defende os demais.

A pandemia do coronavírus está afetando as famílias em geral, mas também os ministros da Igreja. Padres e bispos por todo o Brasil foram contaminados e morreram. Outros estão em quarentena, neste processo de recuperação e se abstendo da atuação pastoral, preocupados com o futuro cristão de suas comunidades, deixando acontecer o processo para ver onde vamos chegar.


Dom Paulo Mendes Peixoto

Arcebispo de Uberaba

Contato

Praça Dom Eduardo, 56 - Bairro Mercês - Uberaba - MG

(34) 3312-9565

Redes Sociais

Facebook

Instagram

Twitter​

Youtube

Inscreva-se

INFORMAÇÕES

Praça Dom Eduardo, nº 56 - Mercês
Uberaba-MG - CEP: 38060-280
Tel: (34) 3312-9565

  • Secretaria / Chancelaria Ramal 1

  • Financeiro Ramal 2

  • Patrimônio Ramal 3

  • Tribunal Eclesiástico Ramal 4

  • Secretaria de Pastoral Ramal 5

curia.arquidiocesedeuberaba@gmail.com

ASSESSORIA DE IMPRENSA DA ARQUIDIOCESE DE UBERABA

HORÁRIOS DE ATENDIMENTO

  • Segunda a Sexta: 8h às 12h e 14h às 17h.

TVs Católicas

Produzido pela pascom arquidiocesana

© 2019 by Arquidiocese de Uberaba

Pública na Rede

Minas Gerais - Brasil

  • Facebook da Arquidiocese de Uberaba
  • Twitter da Arquidiocese de Uberaba
  • Instagram da Arquidiocese de Uberaba
  • Youtube da Arquidiocese de Uberaba