In Nomine Domini!

Atualizado: Set 3

“Bendito aquele que vem em nome do Senhor!” (118)



As comemorações do Jubileu de Nascimento de Dom Benedito de Ulhôa Vieira iniciaram-se no dia 10 de outubro de 2020, e o desejo da Comissão Pró-Centenário era que as atividades pensadas fossem realizadas com maciça presença popular. Contudo, diante do cenário atual que marca todo o nosso país e o mundo, esse desejo não foi possível. Entretanto, as ações feitas foram pensadas e celebradas com o mesmo vigor, júbilo e dignidade que este nosso querido arcebispo merece. Os esforços não foram medidos para que a valorização da sua história de vida, caminhada pastoral e espiritualidade fossem rememorados por aqueles que tiveram um convívio próximo com ele e, para aqueles que não tiveram essa oportunidade, com certeza, esse resgate histórico apresentado nas mais diversas ações serviu para apontar a grandeza e o exemplo de vida do 2º Arcebispo e 6º Bispo de Uberaba.

No último dia 4 de agosto – data em que Dom Benedito foi sepultado, e dia de São João Maria Vianney, padroeiro dos presbíteros –, no Santuário da Medalha Milagrosa em Uberaba, local no qual por muitos anos Dom Benedito esteve à frente como reitor, foi lançada a biografia “In Nomine Domini”, escrita por Vera Garcia, que teve uma grande proximidade com o homenageado. Além disso, a sede administrativa da Arquidiocese de Uberaba, a Cúria Metropolitana, recebeu em seus jardins o busto de Dom Benedito, que faz jus memória a esse memorável pastor, que tanto somou para a nossa Igreja Particular. Entre seus feitos, a criação de novas paróquias, a organização pastoral com a instauração do PAPIU (Plano Arquidiocesano de Pastoral da Igreja Particular de Uberaba) – que até hoje guia as nossas ações quanto Igreja –, além do investimento humano e econômico na Pastoral Vocacional, para que nossas Comunidades pudessem ser melhor assistidas com o aumento considerável no número de padres.






Para encerrarmos as comemorações deste período, foi pensado um tríduo preparatório e uma celebração, que se darão nas seguintes datas, horários e locais:

- 1º dia do Tríduo, 19 de setembro, às 19h00, no Santuário de Nossa Senhora d’Abadia em Romaria; - 2º dia do Tríduo, 26 de setembro, às 17h30, no Santuário da Medalha Milagrosa em Uberaba; - 3º dia do Tríduo, 3 de outubro, às 19h30, na Paróquia de Santa Maria Mãe da Igreja em Uberaba; - e por fim, o jubileu, no dia 9 de outubro, às 10h00, na Catedral Metropolitana de Uberaba, data em que, se vivo, Dom Benedito comemoraria seus 101 anos. As escolhas dos locais da celebração, devem-se à devoção mariana do Arcebispo, sempre bem dita por ele. Todos os anos, Dom Benedito fazia questão de visitar o Santuário em Romaria. Já a escolha do Santuário da Medalha, dá-se pelo mesmo motivo anteriormente explicado, enquanto a Paróquia de Santa Maria Mãe da Igreja é uma das cinco primeiras paróquias criadas pelo Arcebispo, assim que ele chegou em Uberaba.

Entre as ações realizadas pela Equipe Pró-Centenário, temos o site comemorativo, que contém muitos materiais, entre eles, testemunhos gravados e escritos, textos do Arcebispo, a mostra histórico-fotográfica, acesse e confira: https://www.centenariodombenedito.com.br/


Para as celebrações do tríduo, o material foi preparado pelo Padre Fontes e também pelo Padre Ricardo Fidélis, com intuito de valorizar ainda mais os exemplos deixados pelo Arcebispo. Além disso, não podemos deixar de mencionar o Hino Comemorativo do Centenário, produzido por Washington Silva e Padre Fontes, que transmite em poucas palavras aquilo que muitos contam com alegria e saudade: Dom Benedito Pastor, Profeta e Pai! Algumas relíquias que pertenceram a Dom Benedito, tais como: veste talares, cruz peitoral, anel, cálice, breviário, relógio e sineta, foram organizadas de modo que pudessem ser expostas. A ideia era que elas passassem por cada paróquia da Arquidiocese, contudo, devido a pandemia não foi possível. Mas, elas serão expostas nos dias do Tríduo Comemorativo e também no jubileu, e uma arte será enviada às paróquias para que mais pessoas possam vê-las.

A Comissão Pró-Centenário se sentiu e se sente honrada em ter tido a oportunidade de participar deste momento que com certeza será rememorado tantas outras vezes, pois, aquele que tanto amou a Igreja e se transvestiu de Bom Pastor, não apenas merecia todas as homenagens prestadas, como de fato, merece estar sempre vivo em nossa memória! Nossas ações foram apenas pequeninos gestos de gratidão, pois o amor dado por Dom Benedito é imensurável!



Amanda Oliveira

Ana Luísa Andrade

Comissão Pró-Centenário

22 visualizações

Posts recentes

Ver tudo