Movimento de cursilhos de cristandade da Arquidiocese de Uberaba/MG

Atualizado: há 7 dias


GED - GRUPO EXECUTIVO DIOCESANO


O Movimento de Cursilhos na Arquidiocese de Uberaba

O MCC é um movimento de evangelização ambiental, de formação, de vivência e convivência que neste ano completou 52 anos de caminhada na Arquidiocese de Uberaba. O primeiro Cursilho para homens ocorreu de 29 de maio a 2 de junho 1969 e o primeiro Cursilho para mulheres, de 24 a 27 de julho de 1969.

O Objetivo principal é evangelizar os ambientes. Os Objetivos específicos (finalidades do MCC) são:

1) Finalidade Imediata: vivência do fundamental cristão, que significa viver a Graça, a Vida Divina em nós, realizando o Plano de Deus, anunciando seu Reino e seguindo a Cristo;

2) Finalidade Mediata: convivência em núcleos/grupos/pequenas comunidades de fé presentes nos ambientes, procurando neles introduzir o fermento do amor, da fraternidade, da justiça, do perdão;

3) Finalidade Específica: evangelização ambiental, com a qual se procura levar os cursilhistas a ser fermento dos valores do Evangelho em seus próprios ambientes.


Essas finalidades são alcançadas em três tempos:


Pré-Cursilho: é a busca, é a seleção, é o namoro que devemos fazer para que líderes possam vir adorar nosso Cristo e evangelizar posteriormente seus ambientes.


Cursilho: é o tempo forte da proclamação da mensagem de Deus: a Graça. É o retiro que fazemos nos três dias. Nesse encontro, os responsáveis que se colocam a serviço devem colocar suas vidas, sua vivência e não enfeites com palavras bonitas porque o contratestemunho derruba por terra toda a ação evangelizadora.


Pós-Cursilho: é a inserção de cristãos cheios da Graça em seus ambientes. Um dos pilares do Pós-Cursilho é a Escola de Vivência.


ESCOLA DE VIVÊNCIA DO MOVIMENTO DE CURSILHOS NA ARQUIDIOCESE DE UBERABA

A Escola de Vivência é o cérebro do Movimento, onde temos um aprofundamento na fé e se torna uma alavanca para podermos avançar para águas mais profundas. Acontece todas as segundas-feiras, das 20h às 21h30, no Centro Pastoral João Paulo II (Cúria Metropolitana). Definição: É uma comunidade de cristãos que, desejando ser discípulos, procuram capacitar-se para "conhecer cada vez mais as riquezas da fé e do Batismo e vivê-las em plenitude crescente".

Na dinâmica desse conhecimento incluem-se a convivência fraterna, o estudo da Palavra de Deus e sua conscientização, a planificação racional da ação evangelizadora e os caminhos do MCC para atingir seus objetivos. A Escola é, pois, fundamentalmente vivencial.


A formação integral dada na Escola deve abranger: a formação espiritual, a formação doutrinal, a formação social e a formação no campo dos valores humanos.


Devido à pandemia Covid 19, a Escola ficou paralisada por 13 meses (de 16 de março de 2020 até 03 de maio de 2021). No dia 03 de maio de 2021, realizamos uma Celebração na Paróquia de Santa Edwiges quando o vice-coordenador assumiu a Coordenação até dezembro de 2021.

No período de 10 de maio a 26 de julho de 2021, retomamos nossa Escola de Vivência de modo virtual pela plataforma Zoom.

A partir de 02 de agosto, voltamos a realizar a Escola de Vivência de modo presencial, respeitando as normas sanitárias.

Na Escola de Vivência, os Cursilhistas recebem formação, estudam vários documentos da Igreja Católica, a Bíblia, Dogmas (verdades de fé), documentos da CNBB, Encíclicas, etc. e se preparam para evangelizar os ambientes com oração, estudo e ação.

No final do ano, ocorrerá uma Assembleia Diocesana quando será eleita a nova coordenação para o triênio 2022/2024, pois, para maior eficácia, o MCC tem uma estrutura organizacional típica. Não de poder, mas de serviço, de conexão articulada entre suas diversas unidades, tendo como ligação a comunhão e a caridade, com o intuito de facilitar que o Movimento atinja seus objetivos.

“Onde dois ou três estiverem reunidos em meu nome, ali eu estarei no meio deles” (Mt18,20).


Cristo conta com você! Decolores! Viva a vida!


Roberto Leandro Alves

Coordenador do GED Uberaba

15 visualizações