Notícias do Seminário

Atualizado: Jul 19


Com a chegada do ano de 2021, havia esperança de que a pandemia cessasse e as atividades na cidade caminhassem para o ideal que se denomina normal. Entretanto, até o presente momento, este modelo avança com passos muito lentos. Assim como a cidade, a formação dos seminaristas também caminha com as exigências que são pedidas na atualidade, tomando forma com as novas solicitações requeridas.

Em meio a tantos questionamentos impostos em como se daria a formação dos seminaristas neste ano de 2021, foi decidido pelo Conselho de Formadores que a necessidade da vivência em comunidade era essencial, visto que no ano de 2020 os seminaristas ficaram até o dia 20 de abril em Belo Horizonte, local onde se dá a formação, retornando a suas casas e funcionando por regime remoto. Foi decidido que os seminaristas morariam na chácara Dom Benedito, no condomínio do Jockey Park.





O início do ano letivo se deu em fevereiro, ainda tendo aulas com ensino a distância. A formação continuou progredindo com a vivência em conjunto. Estavam todos reunidos novamente. Unidos para superarem juntos os obstáculos que a pandemia trouxe.

A adaptação não foi considerada complexa. Alguns seminaristas que tinham suas residências em Uberaba puderam visitar por alguns dias seus familiares, sendo considerado um ponto muito positivo.

Com a dimensão intelectual sob a supervisão e fiscalização do Reitor, Padre Vanderlei Izaumi, as pastorais, necessárias à formação dos futuros presbíteros, foram acolhidas pelas paróquias da cidade. Os seminaristas que durante vários anos realizaram seu trabalho pastoral em igrejas na capital do Estado, tiveram neste ano a oportunidade de se agregar às paróquias de sua Arquidiocese. Com isso, a visão para os seminaristas foi ampliada. Junto com o povo, puderam exercer suas atividades em diversos campos dentro da Arquidiocese, sem contar o fato da aproximação e conhecimento do povo por seus futuros padres.


O desempenho que tiveram ajudou de maneira especial os párocos, que puderam contar com a dedicação dos vocacionados ao sacerdócio. Diante do caos que ocorreu no meio de semestre com a morte em sequência de alguns dos queridos padres, o envolvimento nas pastorais acendeu a luz da esperança no coração dos fiéis.


Sem. Gustavo Carneiro, 1° ano de Filosofia

23 visualizações

Posts recentes

Ver tudo