Padre Vítor Coelho de Almeida, CSsR


Há alguns anos está em processo a causa de beatificação do Padre Vítor Coelho de Almeida, sacerdote redentorista conhecido de muitos lares brasileiros por conta da famosa consagração a Nossa Senhora Aparecida, conduzida por ele por meio das ondas do rádio. Nossa Igreja Particular de Uberaba se alegra com o fato de Vítor Coelho ter nascido em nossa região, especificamente na cidade de Sacramento, em 22 de setembro de 1899. Seu pai, Leão Coelho, de origem fluminense, foi professor na região do Triângulo Mineiro e se casou com Maria Sebastiana em 1897, na matriz de Sacramento.

Tendo ficado órfão aos oito anos de idade, o jovem Vítor, de temperamento difícil, foi criado temporariamente pela avó e depois por um primo que era padre no Rio de Janeiro. Estas experiências não pareceram dar bons resultados até que, em 1911, Vítor foi enviado para o Colégio Redentorista de Santo Afonso, em Aparecida (SP). Começava aí uma bonita história dessa pessoa excepcional com a Congregação fundada pelo santo de Ligório.


Podemos resumir assim o percurso de Vítor Coelho na Congregação redentorista: em 1917, com vinte anos, recebe o hábito redentorista e no ano seguinte, em 1918, professa seus votos. Foi enviado para realizar seus estudos teológicos na Alemanha em 1920 e foi ordenado sacerdote em 1923, aos 26 anos de vida. Sobre sua vocação, dizia ele: “Sou filho da misericórdia de Deus, Ele me tirou do lodo, de lá de baixo, para me colocar no alto, na vocação sacerdotal”.

Em 1944, após sofrer por alguns anos com uma terrível tuberculose, o missionário redentorista encontrou-se com outro sacerdote religioso, que assim como ele pôde se gabar por conhecer nossa região do Triângulo: o Beato Padre Eustáquio. Por conta desse encontro, Vítor atribuía a cura do mal que o afligia.

Seu apostolado missionário desde então se caracterizou por um trabalho excepcional na Rádio Aparecida e no Santuário de Aparecida. Pode-se afirmar, sem medo de se cometer exageros, que Padre Vítor Coelho foi um dos maiores apóstolos da devoção à Virgem Aparecida no Brasil e verdadeiro mestre da comunicação evangélica.


Todos conhecemos a famosa consagração a Nossa Senhora Aparecida feita pelo Padre Vítor Coelho através de seu programa de rádio, bem como a belíssima expressão que dava nome a seu programa em referência ao horário do meio-dia: “os ponteiros apontam para o infinito”.

Faleceu em plena atividade pastoral em 21 de julho de 1987, aos 87 anos de vida. Seus restos mortais encontram-se em Aparecida, na Capela do Memorial Redentorista, onde atualmente recebe muitas peregrinações e devotos.


Oração pela Beatificação de Padre Vítor Coelho de Almeida


Deus, Pai de bondade e misericórdia, que concedestes ao Padre Vítor Coelho o dom de anunciar a Palavra da Salvação com piedade e unção, concedei-me a graça de seguir o seu exemplo de fé e confiança na misericórdia de Deus e na intercessão de Maria, sua Mãe, para obter minha conversão pessoal.

Peço, ó Trindade Santa, por intercessão de Nossa Senhora Aparecida, a beatificação do vosso servo fiel, Pe. Vítor Coelho, para vossa maior honra e glória.​


Peço-vos ainda, com profunda fé e confiança, que me concedais, pela intercessão de Nossa Senhora Aparecida e de seu servo, Pe. Vítor Coelho, a graça particular de que tanto preciso (mencionar a graça desejada). Por Jesus Cristo, Nosso Senhor. Amém.

Ao final, rezar três Glórias ao Pai e uma Ave-Maria.​​


Depto. Comunicação do Seminário

11 visualizações

Posts recentes

Ver tudo