Reforma e restauração da Igreja centenária de Veríssimo/MG

RESTAURAR UMA IGREJA É TAMBÉM RESTAURAR UM

PATRIMÔNIO HISTÓRICO E CULTURAL DE UM POVO


PATRIMÔNIO HUMANO QUE SE TORNA HISTÓRICO


O povoado de São Miguel do Veríssimo foi fundado em 1871. Nessa época, em visita pastoral, andava por essa região, o Bispo de Goiás, Dom Joaquim Gonçalves de Azevedo. Foi ele quem, por provisão de 11 de abril de 1871, concedeu licença para a construção de uma capela e de um cemitério.


Pela lei estadual nº 322 de 15 de janeiro de 1891, Veríssimo foi elevada à categoria de Distrito de Paz. Pertencia, então, ao Município de Uberaba - Mg. Pelo decreto lei nº 148, de 17 de novembro de 1938, foi desmembrado do Município de Uberaba e elevado à categoria de município autônomo, com sede na cidade do mesmo nome.


A Paróquia de São Miguel do Veríssimo foi criada pelo Decreto Episcopal de 02 de junho de 1896, de Dom Eduardo Duarte Silva, na ocasião, Bispo de Goiás. O primeiro oratório público que se levantou no lugar era uma capelinha acanhada, coberta de folhas de babaçu. Algum tempo depois, foi construída a primeira matriz, de estilo colonial antigo. Em 1914, Padre Ângelo de Féo iniciou a construção de uma nova matriz, toda de tijolos e de estilo moderno. Vinte anos depois, em 1934, era vigário da Paróquia Padre Júlio de Ras que, além de sacerdote, era engenheiro. Era um padre dinâmico e muito capacitado, padre que deixou saudades na vida desse povo e também em Campo Florido por onde passou. Vendo a população crescer, iniciou uma reforma na Matriz de São Miguel, para torná-la mais espaçosa. Construiu também a torre e terminou as obras em 1937. Dessa data até 1982, não houve nenhuma alteração na Igreja. Em 1982, a Irmã Teresinha de Jesus Gonçalves planejou novas reformas. O forro de madeira foi substituído por laje e em 1985 foi trocado o piso pela Irmã Pilar Vasconcelos que, residindo na casa paroquial, muito contribuiu na paróquia e no colégio como professora.




Atualmente, os limites da Paróquia são os seguintes: ao norte, com os Municípios do Prata e de Uberlândia; ao sul, com Uberaba e Conceição das Alagoas; a leste, com Uberaba e a oeste com Campo Florido.


O patrimônio da Paróquia consta da Igreja Matriz, na Praça João Rosa, de uma Casa Paroquial e respectivo terreno (22 x 55), um terreno situado na rua 1o de Maio (48 x 44). A escritura da Casa Paroquial está assinada pelo Arcebispo de Uberaba, Dom Benedito.


Há algumas capelas filiais. Na cidade, a Capela de Nossa Senhora do Rosário e São Benedito. São celebradas festas nessa Capela. Na zona rural, Fazenda da Mata, há uma outra capela, inaugurada em 1985, com o nome de Capela de Nossa Senhora Aparecida.

Na Paróquia, não há associação religiosa de espécie alguma.


Os três documentos pesquisados apresentam uma listagem diferente dos vigários de Veríssimo. Cônego César, Dr. Hildebrando Pontes, em suas obras já citadas, e os documentos da Paróquia que nos foram enviados divergem muito. Impossível afirmar qual a verdadeira, não se sabe onde pesquisaram. Sendo assim, aqui está uma das listas, a de Dr. Hildebrando Pontes, escolhida aleatoriamente:


- Padre David José Pereira – 20 de setembro de 1891 a dezembro de 1898

- Padre Francisco Cunha Peixoto – 29 de novembro de 1898

- Padres Dominicanos de Uberaba – fevereiro de 1899

- Padre João Marques de Oliveira – de março a maio de 1899

- Padre Zeferino de Abreu – de julho a outubro de 1899

- Padres Dominicanos, de outubro de 1899 a outubro de 1900

- Padre Osório de Souza, de dezembro de 1900 a dezembro de 1904

- Padre Joaquim Augusto de Amorim – de janeiro a setembro de 1905

- Padre Francisco Vaz da Costa – fevereiro de 1906

- Padre Marianno Ignácio de Souza – de maio a junho de 1906

- Padre César Borges Pereira - de agosto de 1906 a fevereiro de 1907

- Padre Mário Coelho de Mendonça – de setembro de 1907 a janeiro de 1910

- Padre Joaquim Thiago dos Santos – de fevereiro de 1910 a fevereiro de 1911

- Padres Dominicanos – de abril de 1911 a dezembro de 1912

- Cônego Mário Coelho de Mendonça – janeiro de 1913

- Padre Ângelo de Féo – de junho de 1913 a dezembro de 1920

- Padre Vicente Bonifácio – de janeiro de 1921 a março de 1922

- Cônego Mário Coelho de Mendonça – de abril a setembro de 1922

- Padre João Lopes Hurtado – de janeiro de 1924 a dezembro de 1933

- Padre Isaías Lagares – de janeiro a março de 1934

- Padre Dr. Júlio de Ras 08 de abril 1934


Aqui termina a lista do Dr. Hildebrando Pontes. Vamos continuar com a lista que foi feita pelo Padre Luiz Fontana. A maior parte desses sacerdotes indicados na lista do Padre Fontana, não residiu na cidade de Veríssimo. Moravam eles em Uberaba e, aos sábados e domingos, atendiam à Paróquia de São Miguel de Veríssimo.


- Frei Antônio Maures dominicano – 1940

- Padre Vicente Plácido Borges – 1941

- Padre José Armênio Cruz – 1943

- Padre João Batista Balke – 1944

- Padre Matias Haus – 1946

- Padre Agostinho Zago – 1951

- Frei Odorico Virga – 1957

- Frei Antônio de Gangi – 1958

- Frei Marcelino de Gangi – 1961

- Frei Conrado de Troina – 1963

- Padre Flávio Silva - 1969

- Frei Heitor Gianella – 1971

- Padre Flávio Silva - 1969

- Padre Raul de Nardi – 1972

- Frei Daniel Paulo Rodrigues – 1973

- Padre José Fernandes de Araújo – 1974

- Frei Daniel Paulo Rodrigues – 1975

- Frei Jaime Fiesco – 1977

- Frei Pedro Acosta Roso – 1977

- Frei Eládio Garcia Arias – 1984


Os nomes de padres a seguir estão atualizados pelo padre José Alves Caetano:


- Padre Antônio Joaquim de Souza - 1992

- Padre José Alves Caetano – 1995

- Padre Ezio Rodrigues de Lima – 1996

- Padre José Alves Caetano – 1997

- Padre Helder Henrique de Souza - 1999

- Padre Alvimar Santana Bhering – 2002

- Padre Paulo Sérgio Colombo – 2006

- Padre José Alves Caetano – 2009

- Padre José Lourenço da Silva Junior – 2012

- Padre André Camargo de Araújo – 2013

- Padre José Edilson da Silva – 2014

- Padre Hélio Marcelo da Silva – 12/2014

- Padre Helder Henrique de Souza - 2015

- Frei Cristiano Amaral – 15/03/ 2017

- Padre José Alves Caetano –04/2018





REFORMA DO PATRIMÔNIO ARQUITETÔNICO E BENS CULTURAIS

Em tempo de pandemia do coronavírus COVID-19, a paróquia de São Miguel Arcanjo viu por bem e com urgência viabilizar uma reforma geral da pintura da Igreja Matriz de São Miguel de Veríssimo-MG. Por ser ano eleitoral, a paróquia não teve ajuda alguma da parte pública municipal e sim o empenho de equipes de apoio, do próprio povo do local e pessoas generosas de cidades vizinhas, para arrecadar fundos para essa linda obra.


Pensou-se somente pintar a Igreja por completo, mas vieram outras demandas como alvenaria, parte elétrica antiga toda removida, apresentando três gerações de fios elétricos desde a lona (pano), fios rígidos até chegar nesta presente data em fios flexíveis com fator antichamas. As principais portas de madeiras centenárias receberam um toque de restauração, além de trocas de vidros, restauração dos bancos com um novo verniz, troca de todo o sistema de som e viabilizando uma imagem de cinco metros de altura que será colocada na torre da Igreja. Orações de todos e doações na conta da Igreja de São Miguel – Banco Sicoob 756 - Ag. 3178 - Conta 000007039-4.


Padre José Alves Caetano e Paróquia de São Miguel de Verissimo MG

40 visualizações

Posts recentes

Ver tudo
Contato Cúria
Metropolitana

Praça Dom Eduardo, 56 - Bairro Mercês - Uberaba - MG

(34) 3312-9565

Redes Sociais

Facebook

Instagram

Twitter​

Youtube

Inscreva-se

INFORMAÇÕES CÚRIA

Praça Dom Eduardo, nº 56 - Mercês
Uberaba-MG - CEP: 38060-280
Tel: (34) 3312-9565

  • Secretaria / Chancelaria: Ramal 1

  • Financeiro: Ramal 2

  • Patrimônio: Ramal 3

  • Tribunal Eclesiástico: Ramal 4

  • Secretaria de Pastoral: Ramal 5

  • Contábil: Ramal 7

       curia.arquidiocesedeuberaba@gmail.com

ASSESSORIA DE IMPRENSA DA ARQUIDIOCESE DE UBERABA

HORÁRIOS DE ATENDIMENTO

  • Segunda a Sexta: 8h às 12h e 14h às 17h.

COMISSÃO ARQUIDIOCESANA PARA A PROTEÇÃO DE MENORES E DE PESSOAS VULNERÁVEIS - CAPMPV

TVs Católicas

Produzido pela pascom arquidiocesana

© 2019 by Arquidiocese de Uberaba

Pública na Rede

Minas Gerais - Brasil

  • Facebook da Arquidiocese de Uberaba
  • Instagram da Arquidiocese de Uberaba
  • Twitter da Arquidiocese de Uberaba
  • Youtube da Arquidiocese de Uberaba
  • Spotify ícone social