Semana Santa na Arquidiocese de Uberaba

Atualizado: Mai 18



Sempre gostamos de celebrar em comunidade, mas desde 2020 essa possibilidade nos foi tirada por causa da pandemia. No ano passado, celebramos em nossas casas e até tivemos nossas paróquias e pastorais representadas em plaquinhas coladas nos bancos da Igreja. Já neste ano, pudemos celebrar com a presença de algumas pessoas, mas não foi de nosso jeito. Tivemos que ficar distantes uns dos outros, não pudemos nos abraçar, nos encostar nem tivemos a oportunidade de fazer a Veneração à Cruz da forma que estamos acostumados. Entretanto, pudemos receber em nossa Igreja alguns fiéis: apenas 30% da capacidade total.

Apesar das restrições, que são necessárias, para que não sejamos responsáveis por mais doentes e mortos, celebrar a Páscoa é necessário e estamos fortalecendo nossas Igrejas domésticas!


Paróquia Sagrada Família – Araxá/MG

Devido à Onda Roxa, a Semana Santa do Domingo de Ramos até a quarta-feira não contou com a presença dos fiéis, foi toda on-line. Ao meio-dia era rezado o Terço Mariano, às 15h o Terço da Divina Misericórdia e às 19h a Santa Missa. No domingo de Ramos, celebramos uma única Missa às 9h30.

Na segunda-feira, a Missa lembrou o encontro da Senhora das Dores com o Senhor dos Passos. Na terça-feira, foi a Missa da Saudade pelas vítimas da Covid-19 e na quarta-feira, rezamos pelos enfermos.

O Tríduo Pascal já contou com a presença do povo, embora em número reduzido. Além das celebrações próprias do Tríduo Pascal, tivemos no início da manhã da sexta-feira da Paixão uma Celebração da Penitência com a absolvição geral dos fiéis. Às 9h, juntamente com todas as Paróquias da cidade, realizamos o Caminho da Misericórdia que foi uma carreata com as imagens de Jesus crucificado e de Nossa Senhora das Dores. De 8h às 13h, tivemos a Vigília Eucarística e às 18h, diante do Senhor Morto, rezamos o terço da Divina Misericórdia. Até as 20h, a igreja permaneceu aberta para a oração individual dos fiéis. No sábado Santo, além da Vigília Pascal, rezamos ao meio-dia o Terço das Sete Dores de Nossa Senhora. Quatro Missas marcaram o Domingo de Páscoa.




















Catedral Metropolitana de Uberaba

Iniciamos a Semana Santa sem a presença de fiéis. O Domingo de Ramos foi marcado pelos bancos vazios, totalmente fora do costume da Catedral. Sempre vemos a igreja lotada, com uma procissão cheia de pessoas e com muitos ramos. Entretanto, mesmo na simplicidade, celebramos com muita fé e esperança!

O Tríduo Pascal já foi diferente, porque foi permitida a abertura da Celebração para os paroquianos, com 30% da capacidade total da Igreja, como o Poder Público Municipal nos pede. E assim, celebramos! Mesmo sem o famoso rito do Lava-pés, para evitar possível contágio, Monsenhor Valmir fez questão de cantar a música específica para o momento, como forma de recordação.

Na Sexta-Feira Santa, nossa veneração à Cruz foi diferente. Não pudemos beijar os pés da Cruz e apenas nos curvamos para o maior mistério de nossa fé: a morte de Jesus que ressuscita em três dias.

O Sábado Santo também foi atípico, porque tivemos que iniciar a Santa Missa já em nossos lugares demarcados, para evitar aglomeração em torno da fogueira que é montada para o acendimento do Sírio Pascal.

O Domingo de Páscoa foi transmitido para toda a Rede Vida de Televisão e a Santa Missa foi presidida pelo Arcebispo Dom Paulo Mendes Peixoto.



Com fé, continuemos firmes na caminhada da Páscoa, para que no ano que vem possamos estar juntos de novo!


Ana Luísa Andrade

18 visualizações

Posts recentes

Ver tudo