Seminário propedêutico

Atualizado: Fev 22



Há vários anos foi instituído um período preparatório, denominado “Propedêutico”, para os vocacionados que se prepararam para se ingressarem nos seminários. O termo “propedêutico” é designado pelo dicionário como período “de caráter introdutório; que introduz, prepara; preliminar, preparatório”. É este o sentido desse período de formação para os futuros padres: os vocacionados são preparados e introduzidos no longo processo de formação.


Considerando a seriedade dos compromissos da vida presbiteral e os desafios do tempo presente, não é possível improvisar. É preciso levar muito a sério o processo de formação. Um primeiro discernimento é feito através da Pastoral Vocacional e do Seminário Menor, onde estão instituídos. A seguir, vem o Seminário Propedêutico, que deve durar cerca de um ano. A entrada para o Seminário Maior é caracterizada pela etapa do discipulado, quando os candidatos ao ministério presbiteral estudam Filosofia (cerca de 3 anos). A etapa seguinte é a configuração ao Mestre Jesus Cristo, período em que se estuda a Teologia (cerca de 4 anos). A última etapa é a pastoral, conhecida também como Síntese Vocacional, quando o candidato permanece numa comunidade por cerca de um ano, sendo acompanhado por um presbítero mais experiente. Uma vez ordenado, termina a formação inicial e começa a formação permanente, a que todo padre participa durante toda a sua vida ministerial. Sentimos a necessidade de estarmos sempre nos atualizando e nos preparando humanamente e intelectualmente para bem servir o povo de Deus.


O Documento 110 da CNBB, no nº 125, nos ajuda a entender o significado do Propedêutico. Assim nos diz o texto: “O propedêutico é uma etapa formativa indispensável, com uma especificidade própria”, eminentemente querigmática, caracterizada pelo encontro com Cristo. Há algumas exigências desta etapa: “obrigatória para todos os candidatos ao Seminário Maior, é organizada como uma instituição autônoma, distinta e articulada com as outras etapas da formação, levando em consideração as seguintes indicações: residência ou local próprio, com programação específica; não inferior a um ano, nem superior a dois anos; com uma equipe responsável, valorizando a presença de leigos, homens e mulheres”. E continua o documento, apresentado qual é a característica desse período: “O propedêutico deve se caracterizar como etapa da complementação e aprofundamento do processo de Iniciação à Vida Cristã”. A etapa ajuda muito no discernimento do vocacionado, pois o Propedêutico é a “preparação de caráter introdutório com vistas à sucessiva formação presbiteral ou, ao invés, da decisão de trilhar outro caminho de vida”.


Seguindo as orientações do mesmo documento da CNBB, no nº. 130, o Propedêutico já tem a atenção voltada para as quatro dimensões da formação. A primeira delas é a dimensão humana, que tem prioridade ao amadurecimento da personalidade do vocacionado; continuidade do discernimento vocacional; aprimoramento da formação humana; atenção especial centrada na pessoa do formando. Na dimensão espiritual vai se investir na iniciação à experiência de Deus e de amizade com Jesus Cristo, servindo-se de vários meios. A dimensão intelectual se caracteriza pela complementação da formação intelectual (humanística e científica) do ensino médio, preparando os candidatos para o ingresso no curso de Filosofia. Já a dimensão pastoral-missionária se caracteriza pela iniciação à compreensão da Igreja e do ministério presbiteral; preparação para a vida eclesial em perspectiva missionária; inserção na vida, na dor e com experiências em situações-limite em que vive o povo, dentre outras experiências de atividades pastorais.


Essas quatro dimensões são trabalhadas em perspectiva de formação integral, que é outro conceito muito importante, apresentado pelo número 75 do mesmo documento. “O conceito de formação integral reveste a máxima importância, enquanto é a mesma pessoa na sua totalidade, com tudo o que é e com tudo o que possui, a estar a serviço do Senhor e da comunidade cristã. Aquele que é chamando é um ‘sujeito integral’, ou seja, um indivíduo previamente escolhido para alcançar uma sólida interioridade, sem cisões ou dicotomias. Para atingir tal objetivo, é necessário adotar um modelo pedagógico integrado: um caminho que consinta à comunidade educativa colaborar com a ação do Espírito Santo, garantindo o justo equilíbrio entre as diversas dimensões da formação”.


Outra questão muito importante a ser desenvolvida no processo de formação é a perspectiva da vida comunitária. De acordo com o número 131 do citado documento, “em uma sociedade marcada por apegos pessoais, forte tendência ao isolamento e ao individualismo, o processo formativo, desafiado pelo Evangelho, pressupõe especial atenção à vida comunitária a fim de que possam ser promovidas práticas de acolhida, partilha, solidariedade, experiências de convivência em grupos, trabalho em equipe, e responsabilidade diante de compromissos assumidos”.


Após alguns anos de experiência na Paróquia de Santo Antônio, na cidade de Araxá (MG), o Seminário Propedêutico retorna a Uberaba. Será instalado na Casa São José, resgatando longa tradição. Quando Dom Eduardo chegou a Uberaba, aos 10 de agosto de 1896, ele trouxe consigo alguns seminaristas e passaram a residir nessa casa. O Seminário diocesano permaneceu ali até que foi construído o majestoso prédio, atual Centro de Pastoral João Paulo II. Bem mais tarde, foi construída residência mais modesta para acolher a comunidade dos seminaristas, no Jardim Induberaba. Em 2.000, o Seminário retornou à sua origem e aí permaneceu até 2016, quando foi transferido para Belo Horizonte. Agora, a casa volta a acolher o Seminário, pela terceira vez, no nível de curso propedêutico, que se alojará no segundo andar do antigo prédio.


O responsável pela formação dos propedeutas será o Pe. Geraldo dos Reis Maia, que já possui larga experiência na área de formação, em seus 32 anos de ministério. Foi o fundador do Curso Propedêutico, quando era Pároco da Paróquia de Santa Teresinha. Trabalhou por duas vezes como formador no Seminário São José e teve uma experiência em formação permanente, servindo no Pontifício Colégio Pio Brasileiro, em Roma.


Para este ano, contamos com apenas dois candidatos para iniciar o Propedêutico, dentre todos que foram acompanhados pela Pastoral Vocacional da Arquidiocese no ano de 2020. São eles: Gabriel Reis Monte, apresentado pela Paróquia de Nossa Senhora de Fátima (Fronteira – MG) e Wellington Matheus da Silva, apresentado pela Paróquia de Nossa Senhora de Lourdes (Uberaba – MG).



Para bem desenvolver a dimensão pastoral-missionária, os propedeutas acompanharão o Pe. Geraldo, no serviço pastoral na Paróquia de São José (Bairro Tutunas) e Comunidade Santa Beatriz. Ali, eles poderão prestar variados serviços ao povo de Deus, especialmente nos finais de semana.


Contamos com as orações e o apoio de toda a nossa Arquidiocese de Uberaba, ao dar início a essa nova fase do Seminário Propedêutico. Pedimos orações pela perseverança dos vocacionados e seminaristas e para que eles se preparem bem para assumirem o compromisso de serem pastores do povo de Deus, como discípulos-missionários do Mestre que veio “não para ser servido, mas para servir e dar a sua vida em resgate por muitos” (Mt 20,28).


Padre Geraldo Maia

119 visualizações

Posts recentes

Ver tudo
Contato Cúria
Metropolitana

Praça Dom Eduardo, 56 - Bairro Mercês - Uberaba - MG

(34) 3312-9565

Redes Sociais

Facebook

Instagram

Twitter​

Youtube

Inscreva-se

INFORMAÇÕES CÚRIA

Praça Dom Eduardo, nº 56 - Mercês
Uberaba-MG - CEP: 38060-280
Tel: (34) 3312-9565

  • Secretaria / Chancelaria: Ramal 1

  • Financeiro: Ramal 2

  • Patrimônio: Ramal 3

  • Tribunal Eclesiástico: Ramal 4

  • Secretaria de Pastoral: Ramal 5

  • Contábil: Ramal 7

       curia.arquidiocesedeuberaba@gmail.com

ASSESSORIA DE IMPRENSA DA ARQUIDIOCESE DE UBERABA

HORÁRIOS DE ATENDIMENTO

  • Segunda a Sexta: 8h às 12h e 14h às 17h.

COMISSÃO ARQUIDIOCESANA PARA A PROTEÇÃO DE MENORES E DE PESSOAS VULNERÁVEIS - CAPMPV

TVs Católicas

Produzido pela pascom arquidiocesana

© 2019 by Arquidiocese de Uberaba

Pública na Rede

Minas Gerais - Brasil

  • Facebook da Arquidiocese de Uberaba
  • Instagram da Arquidiocese de Uberaba
  • Twitter da Arquidiocese de Uberaba
  • Youtube da Arquidiocese de Uberaba
  • Spotify ícone social