Ser Pascom é missão

Atualizado: 17 de Set de 2020

Nessa minha caminhada de um ano e meio na Pascom, nunca ouvi falar tanto no trabalho que a Pastoral da Comunicação vem fazendo. Claro que sempre fez um bom trabalho, só que em algumas paróquias não tão intensamente. Com a pandemia, esse trabalho teve que se inovar, e cada paróquia se reinventou, mas com o mesmo objetivo.

Missão para nós, cristãos, é anunciar o Evangelho. O maior exemplo de comunicador que temos é Jesus. Em todos os Evangelhos vimos o quanto ele anunciou a Boa Nova, levou aos que mais precisavam. Sim, para sermos bons comunicadores, devemos seguir os passos de Jesus.


Neste mundo pandêmico, a Pascom tem muito trabalho. Os agentes tiveram que aprender a regular o som, a entender sobre internet, qual programa é melhor para transmitir a missa, sobre equipamentos, sobre programas para fazer um folder, organizar salas para que aconteçam as reuniões das paróquias, sobre câmeras, iluminação... Realmente, foi sair da zona de conforto para alcançar os fiéis.


Tudo isso foi rápido demais. Ainda tenho certeza que estamos aprendendo todo dia um pouco mais. Não é sempre que dá certo; mesmo chegando e preparando tudo antes, imprevistos acontecem. E sabe o que temos que fazer? Sorrir, tentar resolver o problema para que tudo chegue até a casa dos que estão ansiosos para receber a Palavra.

E não é somente a transmissão das missas on-line que a Pascom vem fazendo. Vem ajudando outras pastorais a caminhar. Algumas paróquias vem movimentando terços on-line, reflexões dos Evangelhos, lives católicas, adorações, catequese, etc.

Louvemos pela vida de nossa Pascom em toda a Arquidiocese! Bendito sejam aqueles que estão na missão de ajudar a levar a Palavra a todos. E se você, que está lendo este artigo, se identifica com a missão de ser Pascom, procure seu pároco e ajude nessa missão.


Yuri Isabele

56 visualizações

Posts recentes

Ver tudo