Testemunho sobre o Dízimo - Cristiane Carla

Buscai em primeiro lugar o reino de Deus, e a sua justiça, e todas estas coisas vos serão dadas em acréscimo. (Mt 6,33)


Essa é a minha experiência com o dízimo, eu simplesmente decidi colocar a palavra em prática.


Meu nome é Cristiane, sou casada e tenho 2 filhos, participo da paróquia Santa Luzia.

Sempre fui católica, ia nas missas aos domingos, dava uma oferta ou uma ajuda se precisasse mas sem muito envolvimento.


A experiência com o dízimo na minha vida veio em um momento de incerteza, em 2011, fiz uma capacitação profissional, e que me renderia um bom salário, uma estabilidade financeira que naquele momento era o que eu mais desejava.


Havia acabado de conhecer a RCC, e Deus tinha outros planos para mim, o tão sonhado emprego não se concretizou, fiquei muito abalada e fui reclamar com o Senhor, e durante uma adoração Ele foi categórico. Seja fiel a mim.


A partir daí eu entendi que Ele estaria em primeiro lugar na minha vida, me comprometi com o reino de Deus,


fiz o meu cadastro e comecei a devolver o meu dízimo mesmo estando desempregada, e olha que foram tempos bem difíceis, eu nunca deixei de honrar o compromisso assumido naquele momento com o Senhor, porque a cada dia experimentava a providência, e posso testemunhar que a minha fidelidade é até hoje o pilar que me sustenta.


Não entenda o dízimo como troca, mas que as graças são derramadas na vida da gente isso é verdade, o emprego tão desejado se tornou uma realidade, aquele mesmo que outrora não tinha dado certo, e a minha gratidão para com Deus é ainda maior por ter me proporcionado tudo isso.


Sabe o que mais me deixa impressionada é a facilidade que as pessoas têm pra gastar com coisas superficiais e tem tanta resistência em fazer a devolução do dízimo, sendo que tudo que temos e somos foi providenciado por Deus.


O olhar financeiro que os católicos tem sobre o dízimo  faz um estrago no espiritual e um distanciamento do divino.


Ainda não entenderam que se não fazem a sua contribuição, acaba sendo omisso e assim não cumprem o seu papel de cristão comprometido.


Quem faz a experiência do dízimo não está atrás de uma estabilidade financeira e sim de um equilíbrio espiritual, vivenciar está graça é a forma mais genuína de participar da igreja e efetivamente do seu  projeto de evangelização.


É preciso um renovo em nossas comunidades paroquiais que muitas vezes não está preocupada com a experiência daquele que faz fielmente a sua contribuição e apenas se interessa pelos valores devolvido.


Por isso a nossa constante luta em levar o povo a ter esse encontro pessoal com Jesus, experimentar Deus nas pequenas coisas, é isso que traz o entendimento verdadeiro e dá sentido ao dízimo.



Cristiane Carla Carneiro Pimenta

Coordenadora do Dízimo

Paróquia de Santa Luzia - Uberaba/MG

144 visualizações