Tradicionais tapetes de Corpus Christi marcam a Solenidade na Arquidiocese

A Igreja Católica celebrou na última quinta-feira (20), a festa da instituição da Eucaristia, o Corpus Christi. A tradição desta data também se faz pela confecção dos tapetes, por onde tradicionalmente passa a procissão com o Santíssimo Sacramento.

Em Frutal, uma das cidades onde o arcebispo metropolitano de Uberaba, Dom Paulo Mendes Peixoto, celebrou, os tapetes foram feitos com alimentos, roupas e calçados. “Uma característica toda especial, pois os itens serão distribuídos aos mais necessitados. Isso é Eucaristia, porque Eucaristia é partilha. Agradecemos pela grande participação dos fieis neste gesto de generosidade”, destacou o arcebispo.

Paróquia Nossa Senhora Aparecida em Frutal


Pelo 5º ano, a paróquia São Geraldo Majela, em Uberaba, mantém viva a tradição dos tapetes de Corpus Christi. Este ano, os trabalhos começaram às 4h da manhã. Foram confeccionados 15 tapetes de 15m cada, o maior da cidade. “Ao longo desses dias fizemos a experiência do encontro, do encontrar e da fraternidade”, afirmou o pároco, Pe. Fabiano Roberto.

Tapete Corpus Christi da paróquia São Geraldo Majela em Uberaba


Mais paróquias mantiveram a tradição, como os Santuários de Nossa Senhora D’Abadia em Uberaba e em Romaria. “O tapete é importante, mas o mais bonito foi ver todos como Irmãos, alegres, partilhando talentos, mãos sujas, carregando serragem, sorrisos de crianças à idosos. Uma grande Celebração no dia em que a Igreja celebra solenemente o seu sacramento mais caro: a Eucaristia, sacramento da unidade. É isso que Jesus quer para o nosso Santuário, que sejamos todos um, para que o mundo creia”, disse Pe. Alexandro Nunes, reitor do Santuário.

Santuário de Nossa Senhora D’Abadia em Uberaba


Em Pedrinópolis, a Paróquia São Sebastião iniciou a montagem do tapete às 5h da manhã e contou com a ajuda da Prefeitura, que buscou a serragem e disponibilizou pessoas para pintá-los. “Os tapetes nas ruas, em volta da igreja, é uma tradição de muitos anos. Começamos uma semana antes da solenidade. Durante a semana de Corpus Christi alguns membros da comunidade fazem os riscos de forma que fique delimitado o espaço a ser colocada a serragem. Depois vem a parte da escolha e realização dos desenhos. Por fim, no dia da Solenidade, nos reunimos às 5h da manhã para o preenchimento, o mais rápido possível, pois nossa missa é realizada às 9h. Tudo feito com muita alegria e amor a Jesus Cristo”, descreve Maria Antônia Cunha, secretária paroquial.

Paróquia São Sebastião em Pedrinópolis


Algumas paróquias montaram seus tapetes dentro da igreja, no corredor até o altar. Como as paróquias de Nossa Senhora de Lourdes, São Mateus e Nossa Senhora das Graças. Nesta última, o tapete foi preparado pela primeira vez pelos jovens da paróquia. “Após a Santa Missa houve a procissão pelas ruas do bairro Boa Vista. O tema da festa que vinha sendo preparada por um Tríduo Eucarístico desde o dia 17 foi: ‘Pão em todas as mesas’. O mesmo tema do próximo Congresso Eucarístico Nacional que acontecerá no próximo ano, em Recife (PE)”, conta o pároco, Pe. Sérgio Augusto Faria Vidal.

Outras paróquias optaram pelo tapete solidário, como as paróquias Santa Bárbara e São Judas Tadeu. “Tendo em vista as necessidades tamanhas da sociedade, quisemos nesta festa fazer uma ação social. Muitas paróquias estão fazendo tapetes de alimentos e agasalhos. Nós quisemos que o nosso tapete fosse de mantas, cobertores, tendo em vista o inverno”, finalizou Pe. Juliano Evangelista.

Paróquia São Judas Tadeu



Confira alguns tapetes de Corpus Christi pela Arquidiocese de Uberaba

Paróquia São Geraldo Majela