Um adeus: Irmã Laura Gomes volta à casa do Pai!

Atualizado: Mai 10


Laura nasceu a 24 de agosto de 1943, em Jaú - SP. Seus pais, Urias Antônio Gomes e Yolanda Martins, eram muito religiosos, participavam da vida da Igreja e incentivavam os filhos à leitura de revistas religiosas. Sua infância e adolescência foram preenchidas com a participação da vida da comunidade eclesial. Ela dizia que Deus, na sua infinita bondade, deu-lhe o dom da vocação muito cedo, pois desde criança desejava ser religiosa. Quando criança, visitando um asilo de pessoas idosas e vendo o carinho que as Religiosas tinham por estas pessoas, o cuidado com a horta e o jardim, bem como a atenção dada a ela, à sua mãe e sua tia, despertaram nela a vocação. Na escola, ao ouvir como a professora falava sobre Santa Terezinha, sentiu a confirmação desta vocação: queria ser como Santa Terezinha.



Em 1966, aos 23 anos de idade, ingressou na Congregação das Irmãs Carmelitas Missionárias, cuja Padroeira é Santa Terezinha. Inicia sua formação, como Aspirante à vida religiosa, na Comunidade de Paranavaí, no Estado do Paraná. Em março de 1968, vindo a Uberaba-MG, continuou sua formação do Postulantado e, em seguida, do Noviciado. Emitiu os primeiros votos em 21 de junho de 1970. Voltando ao Paraná, dedicou-se aos estudos pedagógicos e, ao mesmo tempo, dedicou-se à missão de educadora das meninas órfãs, com admirável dedicação e sucesso.

Sempre fiel e coerente à consagração, emitiu os votos perpétuos em 18 de janeiro de 1976. Desde muito cedo, Irmã Laura assumiu, com grande zelo e responsabilidade, diversas atividades na Congregação: a educação das meninas internas e de crianças semi-internas, como diretora de obras sociais (internato e semi-internato) em Paranavaí e Graciosa no Paraná, em Paracatu e Uberaba em Minas Gerais; como coordenadora das comunidades religiosas e como conselheira provincial (participando da coordenação da Congregação no Brasil).

Em cada comunidade onde viveu, dedicou-se também ao cultivo de hortas e jardins, demonstrando grande gosto pela beleza do ambiente e extremo cuidado com a alimentação das Irmãs e crianças. Conhecia, como ninguém, os tempos de plantio e como fazer a terra produzir. Tudo para cuidar bem de todos, oferecendo alimentação o mais natural possível.



Mostrou-se sempre comprometida com a caridade para o próximo, as Irmãs, crianças, as pessoas pobres que batiam à porta sempre saiam com uma ajuda e uma boa palavra.

Amante das plantas e dos animais, recebia destes recíproca gratificação: quem não conhece o amor de Irmã Laura pelos seus gatinhos e o quanto estes eram seus amigos? Quem não viu ou não ouviu falar da beleza de suas hortas e de suas flores?

Em 2017 foi diagnosticada com câncer, passando por longo e doloroso tratamento; em 2019 a doença já estava fora de controle e, no dia 29 de abril de 2021 às 23h45, ela deu o último suspiro.

Essa foi Irmã Laura Gomes! Discreta, silenciosa, amante e dedicada ao trabalho, caridosa e atenta às pessoas com as quais convivia e àquelas que encontrava no seu caminho. Sua alegria discreta, sua felicidade em ser consagrada a Deus – em favor de suas Irmãs, das muitas crianças e adolescentes que passaram pela sua vida e de todos os irmãos em Jesus Cristo – ficarão para sempre!

“... Serva boa e fiel... entra e participa da alegria do teu Senhor!” (Mt 25,23)


Irmã Alice

60 visualizações

Posts recentes

Ver tudo