Unidade na Trindade

Unidade na Trindade

Estamos completando o ciclo da Páscoa, celebrando a Festa da Santíssima Trindade, sintetizada na proclamação do Pai, do Filho e do Espírito Santo. Terminando a Semana de Oração pela Unidade dos Cristãos, olhamos para o Brasil, uma grande Nação, privilegiado pelas riquezas que tem, mas fragilizado pelo egoísmo e o individualismo de seu povo. Rico de diversidade, mas pobre na prática do bem comum.

No Antigo Testamento, o Povo de Deus, no auge do caminho pelo deserto, marcado por muito sofrimento, perdeu sua fidelidade a Javé. Acabou construindo para si um “bezerro de ouro”, caindo na idolatria, por falta de um guia que o pudesse orientar. A autenticidade de Moisés, com autoridade divina, conseguiu dar rumo certo para os transeuntes, na direção da Terra Prometida.

A História da Salvação vai sendo iluminada pela luz dos princípios cristãos, mesmo que não seja percebido por todas as pessoas, por falta de fé. O maior princípio é a unidade, a capacidade de convivência, de fraternidade e ajuda mútua. A vida de comunidade é um reflexo da Santíssima Trindade, da capacidade de unir forças totalmente diversas, mas com objetivos convergentes.

O Deus Trino, Pai, Filho e Espírito Santo, apresentado no Antigo Testamento, é o mesmo do Novo Testamento. Ele é um só, é o Deus de amor, que se revela no relacionamento, servindo de modelo para nossa convivência. Ele é também o Deus da graça e da verdade, que não é conivente com a injustiça e a violência, com aquilo que machuca as pessoas por atos de arbitrariedades.

Viver na intimidade de Deus significa assumir o desafio da convivência, do compromisso de vida sempre nova, porque se renova nos momentos de dificuldade. Existe dentro de cada pessoa uma força construtora que, quando canalizada para o bem, realiza obras maravilhosas. Pode acontecer também o contrário, o mal, com isto, prejudicando todos os que estão no seu mundo de influência.

Falta na sociedade atual e na nova cultura uma melhor prática de acolhida, de fraternidade, de exercício do bem comum, de justiça e de honestidade. Essas atitudes negativas marcam profundamente a vida do povo. Elas deixam muitas feridas de sofrimento e de morte. Não é este o querer da Santíssima Trindade, de Deus, que quer a vida e a dignidade para suas criaturas.

Dom Paulo Mendes Peixoto Arcebispo de Uberaba.

0 visualização
Contato

Praça Dom Eduardo, 56 - Bairro Mercês - Uberaba - MG

(34) 3312-9565

Redes Sociais

Facebook

Instagram

Twitter​

Youtube

Inscreva-se

INFORMAÇÕES

Praça Dom Eduardo, nº 56 - Mercês
Uberaba-MG - CEP: 38060-280
Tel: (34) 3312-9565

  • Secretaria / Chancelaria Ramal 1

  • Financeiro Ramal 2

  • Patrimônio Ramal 3

  • Tribunal Eclesiástico Ramal 4

  • Secretaria de Pastoral Ramal 5

curia.arquidiocesedeuberaba@gmail.com

ASSESSORIA DE IMPRENSA DA ARQUIDIOCESE DE UBERABA

HORÁRIOS DE ATENDIMENTO

  • Segunda a Sexta: 8h às 12h e 14h às 17h.

TVs Católicas

Rede_Vida_logo.png
cnbb-branca-260x80-2.png
vatican-news-header-white.png

Produzido pela pascom arquidiocesana

© 2019 by Arquidiocese de Uberaba

Pública na Rede