Valores e Limites

A sociedade é formada pelo povo, porque existe nele a capacidade para criar vínculos comunitários e culturais. Significa que ela (a sociedade) não pode ser interpretada como uma mera soma de interesses populistas e desqualificação. Ali existem as organizações sociais, as ciências e as instituições que a dão sustentação dentro dos aspectos mítico e institucional, com a proteção da ordem pública.


A desorganização social limita a vida das pessoas, porque os valores que contam são desprezados. Assim, tudo aquilo que é instituído acaba não tendo a tutela da organização civil, pois os laços de convergência ficam fragilizados. É o caso da família, por exemplo, ficar sem condição mínima de bem-estar por falta de segurança, de trabalho, de capacidade competitiva e de autonomia cidadã.


É fundamental a existência da organização da sociedade para que seja evitado o isolamento e a impossibilidade de vida melhor. O bom samaritano (cf. Lc 10,33) teve que levar o ferido para um hospital. Ele sozinho não seria capaz de resolver o problema no momento. Significa que ideologias individualistas e interesseiras não têm eficácia para resolver os problemas das pessoas sofridas.


Os criadores de opinião, os meios de comunicação social e a propaganda política conseguem mudar o coração humano, os hábitos e o estilo de vida das pessoas e provocar uma cultura individualista, ingênua e fechada em si mesma para assim defender interesses econômicos egoístas e poder. A consequência maior é a fragilidade humana e a tendência constante para práticas egoístas.


A sociedade precisa reagir mediante as injustiças que a ameaçam para melhorar a qualidade das relações humanas. Para isso são necessários novos hábitos educativos, pensar a vida humana de forma mais integral e com sustentação espiritual. Ela não pode continuar submissa e refém dos constantes abusos praticados pelos poderes econômicos, tecnológicos, políticos e mediáticos.


Para aliviar um pouco o sofrimento de tantos excluídos da cultura moderna, necessitamos de uma economia que consiga diversificar a produtividade contemplada por criatividade empresarial para aumentar os postos de trabalho. A especulação financeira com ganância de lucro causa muitos estragos na sociedade, porque não coloca a dignidade humana no centro de suas ações.


Dom Paulo Mendes Peixoto

Arcebispo de Uberaba

22 visualizações
Contato Cúria
Metropolitana

Praça Dom Eduardo, 56 - Bairro Mercês - Uberaba - MG

(34) 3312-9565

Redes Sociais

Facebook

Instagram

Twitter​

Youtube

Inscreva-se

INFORMAÇÕES CÚRIA

Praça Dom Eduardo, nº 56 - Mercês
Uberaba-MG - CEP: 38060-280
Tel: (34) 3312-9565

  • Secretaria / Chancelaria: Ramal 1

  • Financeiro: Ramal 2

  • Patrimônio: Ramal 3

  • Tribunal Eclesiástico: Ramal 4

  • Secretaria de Pastoral: Ramal 5

  • Contábil: Ramal 7

       curia.arquidiocesedeuberaba@gmail.com

ASSESSORIA DE IMPRENSA DA ARQUIDIOCESE DE UBERABA

HORÁRIOS DE ATENDIMENTO

  • Segunda a Sexta: 8h às 12h e 14h às 17h.

COMISSÃO ARQUIDIOCESANA PARA A PROTEÇÃO DE MENORES E DE PESSOAS VULNERÁVEIS - CAPMPV

TVs Católicas

Produzido pela pascom arquidiocesana

© 2019 by Arquidiocese de Uberaba

Pública na Rede

Minas Gerais - Brasil

  • Facebook da Arquidiocese de Uberaba
  • Instagram da Arquidiocese de Uberaba
  • Twitter da Arquidiocese de Uberaba
  • Youtube da Arquidiocese de Uberaba
  • Spotify ícone social